Notícias

« voltar a notícias

SOLAR TERMODINÂMICO AQS NA HABITAÇÃO MULTIFAMILIAR


Esta década de maturidade da tecnologia solar térmica no mercado, revelou fragilidades e algumas desvantagens da mesma. Com o Regulamento dos Edifícios de Habitação a prever a tecnologia de Bomba de Calor como alternativa, desde que, a mesma supere os requisitos mínimos de eficiência conseguidos com a tecnologia solar térmica.

Este tipo de solução tem vindo a ganhar grande aceitação no mercado português, sendo claramente transversal em território europeu.

Já com grande crescimento registado em toda a Europa desde 2007, e com tendência de crescimento até 2030 (dados EHPA), a Bomba de Calor possuí muitas vantagens e uma variada e versátil gama de opções para a habitação multifamiliar.

A ENERGIE, marca e fabricante portuguesa há mais de 35 anos, no desenvolvimento de tecnologias de Bomba de Calor, membro do CEN (Comité Europeu de Normalização) e com presença em mais de 40 países, disponibiliza para o mercado residencial, uma ampla gama de produtos de Águas Quentes Sanitárias (AQS).

A oferta de soluções divide-se em equipamentos do tipo Bomba de Calor Solar e Bomba de Calor Aerotérmica. As Bomba de Calor Solares, constituídas por painel Solar Termodinâmico (unidade exterior), com dimensões reduzidas (2m x 0,80m), baixo peso (8 kg), baixo impacto arquitetónico e alta resistência a ambiente marítimo, com depósito AQS com bloco termodinâmico acoplado com as mais variadas capacidades. Estas revelam-se uma solução evolutiva face à tecnologia solar térmica.

Na habitação multifamiliar as vantagens face à implementação do tradicional termossifão com apoio elétrico ou esquentador inteligente, são:

  • A relação custo-benefício é claramente uma mais-valia, onde o preço do equipamento é similar, as infraestruturas associadas tem custo inferior, o impacto arquitetónico não existe (invisibilidade urbanística), assim como, a ausência manutenção programada.
  • O espaço ocupado dentro da habitação é reduzido, existem opções de atravancamento em armário standard 60x60, especialmente concebidas para este tipo de habitação, com atenção a este espeto particular.
  • De salientar que a principal vantagem neste tipo de equipamento, é o facto de o mesmo produzir água quente com recurso exclusivo a um compressor de baixo consumo com produção térmica instantânea variável de acordo com as condições climáticas. No entanto, mesmo sem sol presente, o equipamento produz de forma eficiente a quantidade de calor necessária para elevar a água presente no depósito dos 10 aos 54°C, com Ar exterior a 14°C (Condições de teste EN16147) com o COP de 3,8. Esta particularidade retira da equação da solução de Águas Quentes Sanitárias (AQS) o apoio elétrico ou esquentador, equipamentos essenciais no tradicional sistema solar.
  • A relação eficácia/eficiência do equipamento tem fundamentação empírica; o elemento mecânico responsável pela geração de calor é um compressor.
  • O equipamento produz água quente em função das necessidades do utilizador e não em função das condições climáticas.
  • O utilizador não muda de hábitos de consumo para “aproveitar” a eficiência. É uma mudança de paradigma.
  • O controlo com hardware e software de conceção e desenvolvimento 100% português, é de manuseamento intuitivo e oferece ao utilizador as mais variadas opções e funções, monitor de consumo elétrico, função férias, função anti-legionella com chrono-programação, bi-horária, entre outras.

Empresa, Produtos, Associados, Projeto Co-Financiado

c