PORQUE FORAM ESCOLHIDOS OS PRODUTOS PARA AQUECIMENTO E ÁGUA QUENTE?

O estudo preparatório realizado pela Comissão Europeia3 confirmou que os sistemas domésticos de aquecimento e produção de água quente representam aproximadamente 30% do consumo de energia na Europa. Calculou-se igualmente que, concebendo produtos ecológicos (requisitos mínimos) e fomentando a aquisição pelos utilizadores finais das tecnologias com maiores níveis de eficiência (etiqueta energética), se poderia obter em 2020:

Uma poupança energética anual total equivalente a 56 milhões de toneladas de petróleo. O equivalente a apagar todos os equipamentos de aquecimento e água quente de toda a Península Ibérica.*

O que significaria uma redução de emissões de:

136 Milhões de toneladas de CO2, aproximadamente o que absorveria um bosque do tamanho de quase todo Portugal.*

A partir destas premissas foram criados os regulamentos sobre conceção ecológica e etiquetagem energética de caldeiras, bombas de calor, unidades de microcogeração, esquentadores e depósitos de água quente. A partir de 26 de setembro de 2015, os regulamentos obrigarão estes produtos a cumprir uns requisitos mínimos de eficiência e de etiquetagem.

Empresa, Produtos, Associados, Projeto Co-Financiado

c